Gênero: ,
Estado de espírito: ,

Autenticidade. Esta é a palavra-chave de NO RITMO DO CORAÇÃO, que tem um título muito mais interessante em inglês: CODA – a sigla de “children of deaf adults”. É autêntico não por causa da narrativa, já que estamos falando de uma história já contada no filme francês A FAMÍLIA BÉLIER, que fez um mega sucesso […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:

Rasga Coração é bem isso mesmo – fala de ruptura, de choque de gerações, da necessidade de ir a fundo no entendimento das diferenças pra construir relações pessoas mais tolerantes – o que vale para o país também. Escrito por Vianinha em 1974, parece que vai ser sempre assunto na pauta do dia. O filme de […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Duração:

“Tenho medo que as pessoas percebam que sou uma fraude.” Como uma fraude? Como homem? Como mulher? Porque corajosa, Laerte foi. Assumiu o desejo de assumir seu lado feminino, pousou nua para a revista Rolling Stone, concordou em registrar tudo neste documentário e abrir sua intimidade, seus medos e desafios publicamente. Não é pouca coisa. […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Quem tem boa história pode contar o mesmo conto quantas vezes quiser. Não há como a vida de um personagem como o estilista Yves Saint Laurent se esgotar. Digo isso porque este ano é o segundo filme lançado sobre o artista e parece que sempre há um novo olhar. Quem não viu a produção do […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero: ,
Estado de espírito:
Duração:

Falar que Yves Saint Laurent deve ser visto e apreciado por quem circula e curte o mundo da moda é chover no molhado. Agora, se você é como eu, pouco atento às badalações e tendências da moda, fique atento. Este longa do diretor Jalil Lespert, que esteve agora no Brasil para apresentar o filme no […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

“Não podemos viver só de esperança, mas sem esperança não é possível viver.” Milk é realmente muito bom. Quem não viu, assista. Eu vi no cinema e revi agora. Vale a pena, a começar pela atuação de Sean Penn. Merecido o Oscar que ganhou pelo trabalho, mas merecido também o reconhecimento do equilíbrio do roteiro original. […]

Saiba mais