Ano de lançamento:
Gênero: ,
Estado de espírito:
Duração:

Em tempos de total invasão de privacidade em todas as esferas da vida, trazer à tona a história de Edward Snowden faz sentido. Ainda mais na semana em que a política americana (e mundial) caiu em mãos explicitamente sem escrúpulos – porque não dá pra por a mão no fogo por ninguém, mas diante das […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Estado de espírito:
Duração:

Por Suzana Vidigal Este é o começo do fim da série Divergente. É mais uma trilogia que não termina em três, mas em três e meio. Então, tá. Não precisava, mas, comercialmente falando, precisa sim, rende mais. A saga da garota que é de “linhagem pura”, por assim dizer, diferente de todos os outros continua. Não […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

O fato concreto é que a mãe de Kat (Shailene Woodley, também em Os Descendentes, A Culpa é das Estrelas, Divergente) desaparece de repente; a real questão não é o desaparecimento de Eve (Eva Green, também em Sentidos do Amor). O que está em jogo em Pássaro Branco na Nevasca é justamente aquilo que não […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero: ,
Duração:

É claro que um filme em que uma jovem tem câncer, sabe que logo mais vai morrer, inspira tristeza. Ela vive sobressaltada pelas crises respiratórias, carrega para cima e para baixo uma mochila com oxigênio, não tem motivação de vida. É evidente, mas não é esse o foco do romance baseado no best seller homônimo de […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Estado de espírito:
Duração:

Tem muita gente achando que Divergente é parecido com Jogos Vorazes. É o mesmo gênero sim e há semelhanças já que ambos contam um história futurística, que traz à tona pensamentos apocalípticos, sobre o fim do mundo, com aquelas hipóteses malucas sobre o que vai sobrar depois que não restar mais nada do mundo como […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Histórias mirabolantes e inverossímeis são mais fáceis de resolver, no que diz respeito ao lado humano. A ficção, quase tudo aceita. Acho bem difícil passar um sentimento verdadeiro na tela quando se trata de uma história pouco original, de relações já bastante exploradas pelo cinema – o risco de cair no clichê é bem maior. […]

Saiba mais