VOANDO ALTO – Eddie The Eagle

Cartaz do filme VOANDO ALTO – Eddie The Eagle

Opinião

Quem poderia imaginar uma história como esta: um sujeito desengonçado e sem habilidade para esporte, encasqueta que quer ser atleta olímpico, começa a treinar depois de adulto e consegue realizar seu sonho. Ainda bem que o cinema é capaz de trazer histórias como esta de superação e coragem. Se não fosse realmente verdade, dava pra jurar que o roteiro de Eddie The Eagle era ficção.

Eddie Edwards é britânico e sonha em ser atleta. Sofre bullying na infância e adolescência, porque realmente não tem porte atlético. Contrariando as expectativas do pai, Eddie tem o apoio da mãe, tenta todo tipo de esporte e descobre que há uma brecha para ingressar na equipe de salto de esqui. Luta com todas as suas forças e as estratégias mais improváveis para participar das Olimpíadas de Inverno de Calgary, no Canadá em 1988, como único integrante da delegação olímpica britânica.

Quem faz o papel de Eddie é Taron Egerton (também de Kingsman: Serviço Secreto) – e é muito convincente. Junto com Hugh Jackman (também em Os Suspeitos, Os Miseráveis), que assume o lugar de seu treinador, os dois formam uma dupla divertida e resiliente, e protagonizam esta história de superação com graça e credibilidade – apesar da história em si ser praticamente inacreditável. Ótimo pra ver em família, inclusive para assistir com jovens e adolescentes que precisam de passagens inspiradoras pra dar veracidade àquele discurso recorrente dos pais de “nunca desistir”.

Trailers

Comentários