O PRIMEIRO QUE DISSE – Mine Vaganti

Cartaz do filme O PRIMEIRO QUE DISSE – Mine Vaganti
Direção:
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Opinião

O primeiro que resolveu dizer aquilo que ninguém queria ouvir criou uma celeuma nessa tradicional família italiana, que vive na pequena Lecce. Inteligente e principalmente divertido – dá para dar boas risadas – O Primeiro Que Disse é um daqueles filmes que trata dos estereótipos, sem agressão ou juízo de valor. Tratando do universo gay, cada vez mais explorado no cinema, ironiza a visão da sociedade de que o homem tem de ser másculo, da homossexualidade enquanto doença, da hipocrisia do pai que não aceita a escolha sexual do filho, mas acha normal ter amantes. Com humor e uma alegre trilha sonora.

O protagonista Tommaso é o ator Riccardo Scamarcio (também em Meu Irmão é Filho Único) e é em volta dele que a trama se produz. Paralela à sua história e à trajetória da família, que se desestrutura com a notícia de que tem um gay na família, estão os segredos da avó de Tommaso (Ilaria Occhini), a verdadeira matriarca, quem iniciou a fábrica de macarrão que hoje é o sustento de todos. Com suas recordações, revelações e discrição, ela não só opina, mas também direciona o destino de todos. Tem muita sabedoria nas suas palavras e muita presença na sua atuação. É divertido, vale a pena.

Trailers

Comentários