BERGMAN ISLAND

Cartaz do filme BERGMAN ISLAND

Opinião


Fãs dos filmes de Ingmar Bergman vão adorar. O passeio é pela ilha sueca de Fårö, onde o diretor sueco viveu, de onde ele tirou a inspiração para seus filmes sobre a complexidade dos relacionamentos e da mente humana; a história que assistimos em BERGMAN ISLAND é do casal de cineastas Chris (Vicky Krieps) e Tony (Tim Roth), que resolve passar uma temporada na ilha pra desenvolver seus novos roteiros.

Fãs de filmes de metalinguagem – aqui é o cinema falando de cinema -, vão se deliciar. Enquanto escrevem seus roteiros, entramos no suposto filme imaginado na escrita, na vida dos personagens, na sobreposição entre ficção e realidade dos cineastas. Tudo se mescla com o universo de Bergman, da complexidade da condição humana, deixando pro espectador a tomada de decisão deo que fazer com as narrativas.

Exibido em Cannes, BERGMAN ISLAND é uma deliciosa viagem pelos desejos, frustrações e vida real de quem faz do imaginário sua fonte da vida. Como um ciclo virtuoso – ou vicioso? – que se retroalimenta. A ficção fornece ingredientes pra falar da vida; a vida real dá pano pra manga quando é preciso construir ficção.

 

Comentários