A ÚLTIMA ESTAÇÃO – The Last Station

Cartaz do filme A ÚLTIMA ESTAÇÃO – The Last Station

Opinião

“Todas as religiões têm um único princípio organizador: o amor.” – Leon Tolstoi

 

O que vai ficando para trás no tempo, inevitavelmente vai se perdendo em meio de tantas informações. Obras literárias como Ana Kerenina – que a personagem de Juliette Binoche lê em A Insustentável Leveza do Ser – se perdem em meio a tantas publicações, que poucos hoje conhecem sua narrativa ou seu autor. Filmes como A Última Estação são um alento nesses casos – nos remetem à época e costumes passados, nos ensinam sobre os grandes mestres da literatura e contam uma boa história. Afinal, de modo geral essas personalidades tiveram vidas no mínimo interessantes.

strong>A Última Estaçãoconta o último ano de vida de Leon Tolstoi (1824-1910), quando já tinha bem claro na sua cabeça que o acúmulo de riqueza era prejudicial à sociedade e que todos os cidadãos deveriam ser iguais. Para tanto, resolve doar em testamento os direitos de suas obras ao bem comum, apesar dos protestos de sua esposa Sofia (a fantástica Helen Mirren, também em A Rainha) e da loucura que toma conta do casamento depois de 48 anos e 13 filhos – entre elas Sasha (Anne-Marie Duff, também em O Garoto de Liverpool). Assessorado por seus discípulos Vladimir Chertkov (Paul Giamatti, também A Minha Versão do Amor) e Valentin Bulgakov (James McAvoy, também em X-Men – Primeira Classe) em suas convicções de paz, preservação da natureza e divisão de bens, seu grande conflito é com a esposa, que não concorda com a partilha, dá o tom do filme e da relação intempestiva e intensa, mas por fim amorosa.

Adaptado do livro de Jay Parini e inspirado no diário de Bulgakov – que anotou tudo o que viu e sentiu enquanto conviveu com o escritor e sua família – A Última Estação é um belíssimo registro do começo do século 20 na Rússia. Além de contar uma bonita história, informa e instrui sobre a obra e a mente de mestres que já ficaram para trás no tempo, como Tolstoi (Christopher Plummer), morto há mais de 100 anos.

Trailers

Comentários