A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE – The Age of Adaline

Cartaz do filme A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE – The Age of Adaline
Gênero:
Estado de espírito:

Opinião

Quem não se lembra de O Curioso Caso de Benjamim Button, em que o ele (Brad Pitt) rejuvenesce com o passar do tempo, volta a ser um bebê e tem que conviver com sua família envelhecendo e sofrendo as consequência da passagem do tempo como todos nós. É curioso mesmo. Essa coisa de viver de outra forma no tempo presente, ter outra idade que não a nossa, olhar com outro enfoque a realidade, faz parte do nosso imaginário. É a clássica frase: “ah, se eu fosse mais jovem…”. Devaneios assim são possíveis no cinema – matam, pelo menos parte, da nossa vontade de brincar com o tempo.

Enquanto o caso de Benjamim é curioso, o de Adaline é incrível – aliás, o único detalhe desnecessário era essa tradução. O título original The Age of Adaline poderia muito bem ter sido usado literalmente em português e resgataria, já na entrada, essa ideia do tempo que é tão cheia de entrelinhas.

Mas o fato é incrível mesmo – e, por ter um roteiro muito bom e uma atriz talentosa, passa até a ser crível – dentro do possível, claro – e coloca você dentro do filme. Adaline Bowman (Blake Lively, também em Selvagens), nasceu no início do século 20, sofreu um grave acidente aos 29 anos e sobreviveu por milagre. Depois disso, não envelhece mais. Fica com essa idade para sempre, até os dias de hoje. Parece um sonho passar pelo século inteiro – e jovem! Como nem tudo são flores, Adaline tem que conviver com a realidade dos outros ao seu redor que ficam velhos, morrem, sofrem com doenças e tudo mais que é inerente à passagem do tempo. E mais: tem que enfrentar as todas as mazelas da história do século, que não são poucas.

O diretor Lee Toland Krieger (também do interessante Celeste e Jesse Para Sempre) conta com um elenco impecável, o que é fundamental para que o filme se desenrole com classe e sem qualquer breguice. Pelo contrário: tem uma fotografia elegante, uma luz linda e atores com muito charme na tela. Michael Huisman (também em Livre, Game of Thrones) faz a diferença, assim como Harrison Ford, que dispensa apresentações e será para sempre o Indiana Jones. A Incrível História de Adaline é uma fábula sobre o tempo, sobre a magia que ele exerce sobre nós, sobre a relação entre passado e presente, o velho e o novo e as particularidades dos relacionamentos. Eu me emocionei. Depois você me conta se te pegou também.

 

DIREÇÃO: Lee Toland Krieger ROTEIRO: J.Mills Goodloe, Salvador Paskowitz ELENCO: Blake Lively, Michiel Huisman, Harrison Ford, Kathy Baker, Ellen Burstyn | 2015 (112 min)

 

Comentários