O ANO EM QUE MEUS PAIS SAÍRAM DE FÉRIAS

Cartaz do filme O ANO EM QUE MEUS PAIS SAÍRAM DE FÉRIAS

Opinião

Genial rever este filme. Premiadíssimo, O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias é um retrato do Brasil de 1970, visto sob a ótica de um garoto de 10 anos – um retrato muito comovente.

Mauro ama futebol de botão e sonha com a Copa do Mundo que está chegando. Acontece que seus pais se envolvem com a resistência armada e têm que sair de cena por tempo indeterminado, porque a ditadura é quem manda no país daquele tempo. Sem alternativa, deixam o garoto às pressas com o avô paterno, morador do bairro paulistano do Bom Retiro.

A partir daí, ele tem que se adequar à nova realidade. Mostra, com muita sensibilidade, a comunidade judaica e seus costumes, em harmonia com os italianos e outras nacionalidades que também moram por lá; mostra a relação das crianças, com sua capacidade de fazer amizades sem grandes questionamentos; mostra a repressão assolando os jovens universitários, contra o regime; mostra a solidariedade de quem quer simplesmente ajudar e finalmente o olhar ingênuo e observador de Mauro, que deposita suas ansiedades e expectativas nos jogos do Brasil na Copa. Ele passa o filme torcendo pelo Brasil e pela volta de seus pais das férias.

 

Comentários