Estado de espírito:

A metáfora da franquia Planeta dos Macacos, que começou em 1968, é sobre empatia. Ou melhor, sobre a perda da nossa capacidade de ser empático com o outro, de se colocar na posição daquele que é diferente, de outra raça, religião, cultura. Quem disse isso foi Andy Serkis, que passou pelo Brasil pra promover o […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Estado de espírito:
Duração:

A ideia é boa e já há muito debatida: qual a medida da exposição da vida particular de cada um de nós, nesse mundo das imagens, das redes sociais, das informações interligadas? Temos privacidade? Até que ponto é saudável compartilhar nossos passos e tornar a vida pública? Quem viu O Show de Truman, de 1998, […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Duração:

Parte da história real a gente já está cansado de conhecer: mulher, ainda por cima negra, nos Estados Unidos dos anos 60, ainda sofria preconceito escancarado. Banheiros separados, poucas oportunidades de trabalho, humilhação por parte de tudo e de todos. O que a gente não sabia é que havia um departamento só pra elas na NASA […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Estado de espírito:
Duração:

Quem foi criança na década de 70 deve lembrar bem daqueles filmes e séries dos homens usando máscara de macacos dominando tudo. Eu me lembro bem, inclusive de sentir medo daquelas criaturas. Isso serve de alerta também para os filmes dessa nova geração de macacos, que veio para tomar conta do pedaço. Assim como Planeta […]

Saiba mais
Gênero:
Estado de espírito: ,

Sejamos honestos: existe uma diferença – ou seria um abismo? – entre a geração que nasceu junto com a internet e que hoje está na casa dos 20 e nós, que já transcendemos a barreira dos “enta” e somos “do século passado”, com se isso fosse o mesmo que dizer “jurássicos”. Trágico, nostálgico, deprimente? Acho […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Duração:

Um planeta dominado pelos macacos chega a assustar. Ainda mais agora, que achamos que estamos com o jogo ganho, que está tudo dominado – apesar da vista grossa que fazemos diante de tanta destruição. Mudar as regras do jogo no final, não vale. Como assim, ninguém avisou que era possível? Agora que destruímos grande parte das […]

Saiba mais