Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Duração:

“Tenho medo que as pessoas percebam que sou uma fraude.” Como uma fraude? Como homem? Como mulher? Porque corajosa, Laerte foi. Assumiu o desejo de assumir seu lado feminino, pousou nua para a revista Rolling Stone, concordou em registrar tudo neste documentário e abrir sua intimidade, seus medos e desafios publicamente. Não é pouca coisa. […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero: ,
Estado de espírito: ,
Duração:

Muito se fala sobre a transgeneridade e é muito bom que esse diálogo seja possível. E muito se vai falar sobre A Garota Dinamarquesa abordando esse seu tema principal: a história real de Lili, uma artista plástica transgênera, que viveu nos anos 1920 na Dinamarca e que foi pioneira na mudança de sexo. E é […]

Saiba mais
País:
Gênero: ,
Estado de espírito:

Tem um cinema regional que realmente é a cara do nordeste brasileiro, no seu sotaque, no seu modo de vida e na sua cultura. O Som ao Redor, que é o indicado brasileiro para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro, é um deles. Fala essencialmente do comportamento da classe média do Recife, mas poderia […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Que opção tem uma mulher pobre, sem recursos, família, herança, senão ser homem na Irlanda machista e católica do fim do século 19? Ficamos sem saber o nome dessa órfã, que vê na oferta de emprego como garçom em um hotel a oportunidade de sobreviver dignamente na cidade de Dublin. Assim surge Albert Nobbs, que assume […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Definitivamente os formatos familiares estão mudando. Aquele padrão tradicional já se mistura a novas constituições familiares, de dois pais ou duas mães e seus rebentos. Cada vez mais atuantes e presentes, essas famílias de pais homossexuais criam seus filhos e os ensinam a conviver, desde cedo, com o mundo que, até pouco tempo, os fazia […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

“Não podemos viver só de esperança, mas sem esperança não é possível viver.” Milk é realmente muito bom. Quem não viu, assista. Eu vi no cinema e revi agora. Vale a pena, a começar pela atuação de Sean Penn. Merecido o Oscar que ganhou pelo trabalho, mas merecido também o reconhecimento do equilíbrio do roteiro original. […]

Saiba mais