Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:

Vindo de Richard Linklater, a expectativa já fica alta. Sensível, trata as questões universais de comportamento numa medida deliciosa de drama e comédia. Ainda estou procurando a graça de Cadê Você, Bernadette?, porque de aventura ele não tem nada e não chega em lugar nenhum. Cate Blanchett é Bernadette, uma arquiteta renomada que deixa de […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Duração:

Suzana Vidigal, para a 43ª Mostra SP O sul-coreano Parasita levou a Palma de Ouro em Cannes em 2019; no ano anterior, foi o japonês Assunto de Família. Dois asiáticos. Tanto o filme de Bong Joon Ho, quanto o de Hirokazu Koreeda falam das pessoas marginalizadas, da diferença de classes, da sociedade nas suas relações […]

Saiba mais
Roteiro:
Ano de lançamento:
País:
Gênero: ,
Duração:

Do diretor Denys Arcand, o que eu mais gosto é, sem dúvida, Invasões Bárbaras. Sobre muitos assuntos, tantos quantos cabem numa vida, mas essencialmente sobre a amizade que fica entre as pessoas que se amam e que se cativam com o passar dos anos, mesmo com as transformações inevitáveis por que passamos. É da prateleira […]

Saiba mais
Roteiro:
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito: ,
Duração:

Vendo Columbus, logo me lembrei de Reino da Beleza, do sempre sensível Denys Arcand. Acabou não entrando em cartaz. Pena. O sul-coreano Kogonada transforma a arquitetura modernista da cidade de Columbus, que empresta seu nome ao título do filme, em personagem, assim como faz o diretor canadense. A história é vivida pelos personagens, mas a narrativa é […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito: ,
Duração:

“Aquarius devolveu meu rosto pro Brasil.” E que rosto, que presença! Longe do cinema nacional desde Tieta, de 1996, Sonia Braga solta essa pérola durante a entrevista coletiva de Aquarius, após a sessão para jornalistas. O filme devolve Sonia ao cinema nacional, de onde espero que ela não desapareça de novo. Aquarius, indicado à Palma […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero: ,
Estado de espírito:
Duração:

Rio de Janeiro, décadas de 50 e 60 do século passado. Uma história de amor, sempre com dois polos opostos: a extrovertida e a tímida, a confiante e a insegura, a mandona e a submissa, a arte visual e a poética, a relação gay e a sociedade tradicional da época. E esse é o eixo […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Há muitas questões comportamentais para se discutir em O Homem ao Lado. A que mais me impressiona – talvez por ser o lema e a ordem da nossa sociedade de hoje – é o poder distorcido da estética tanto material, quanto moral. A necessidade de se adequar à estética do seu tempo desumaniza as pessoas. […]

Saiba mais