Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito: ,
Duração:

Só se nota que é Paris quando se vê no fundo a Torre Eiffel. No mais, só interiores. Os cenários são lugares públicos, ambientes de trabalho, apartamentos; mas medos são particulares, privados, fechados nesses ambientes de morada, de convívio e nos corações. Deve ser por isso que o título original é justamente Coeurs (Corações). Seis […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero: ,
Estado de espírito: ,
Duração:

Acho curioso relacionar Paris com vidas dispersas, que se cruzam como se por acaso. Há vários filmes com esse pano de fundo. Isso acontece em Paris, assim como em Medos Privados em Lugares Públicos, Um Lugar na Plateia e Paris, Eu Te Amo. O que me vem na cabeça é um motivo básico: Paris simplesmente […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Jean-Dominique Bauby é o badalado editor da Elle francesa e aos 43 anos sofre um AVC. É aprisionado na rara locked-in syndrome, isolado como em um escafandro. Seu corpo não se move, com exceção do olho esquerdo, mas sua mente continua ativa. Já na primeira cena de O Escafandro e a Borboleta, percebemos que a […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Duração:

“Ele andou 400 km para encontrá-la, agora quer atravessar o Canal da Mancha… Quando você foi embora, nem a rua eu atravessei para trazer você de volta.” Bem-Vindo é um daqueles filmes que faz você parar para pensar em muitas questões ao mesmo tempo. Apesar de o fio condutor ser a imigração ilegal numa França atolada por […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Duração:

Oscar de Melhor Diretor, Ator, Roteiro Adaptado; Palma de Ouro em Cannes; Prêmio César e Prêmio Goya de Melhor Filme Europeu  A ARTE QUE SALVA Revi O Pianista por acaso. E é incrível como o filme impressiona. A interpretação de Andrien Brody é fantástica e sua música, divina. É verdade que trata-se de mais um filme sobre […]

Saiba mais
Ano de lançamento:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

**Definitivamente um filme sobre mulheres, para mulheres, no universo das mulheres. Delicioso, engraçado, sensível e muito singelo. Meninas, não percam! Meninos, apurem os sentidos! O que mais me chama atenção num filme como Caramelo é o retrato do cotidiano. Sim, porque abordar um tema específico, uma trama com começo, meio e fim é como contar […]

Saiba mais