SEGREDOS DE SANGUE – Stoker

Cartaz do filme SEGREDOS DE SANGUE – Stoker
País:
Gênero: ,
Estado de espírito:

Opinião

Cada vez mais gosto de atores e atrizes que se encaixam em projetos independentes, com linguagens fora do padrão e proposta desgarrada do circuito blockbuster. Não só é um sinal de versatilidade técnica, mas também temática. Quem dirige é o sul-coreano Chan-Wook Park, que faz aqui o seu primeiro filme em inglês, carregando a sua  marca da violência, mas que habilmente é mesclada com uma linda fotografia, a começar pelas primeiras cenas dos créditos.

Claro que isso não torna o filme menos violento na sua essência, mas a escolha dos atores e o roteiro faz com que a violência seja parte integrante dos Stoker – essa família excêntrica e estranhíssima, que de drama migra para o suspense, para a surpresa, para o sadismo muito bem construído. Não espere um filme de suspense convencional. Segredos de Sangue é mais lento, mais contemplativo nos olhares e gestos, menos conclusivo e mais sugestivo. E é aqui que ele constrói o seu diferencial.

O que não seria possível sem atores competentes. A começar por Nicole Kidman, que mais uma vez é espetacular na sua participação em projetos diferenciados. Foi assim no incrível As Horas e em Os Outros, em que seu personagem realmente faz a diferença na técnica e na temática. A tal da versatilidade, como eu dizia. Pois então, Kidman é Evelyn Stoker, uma linda mulher que acaba de perder seu marido em um grave acidente de carro e tem que lidar com a estranha India (Mia Wasikowska, também em Alice no País das Maravilhas, Albert Nobbs, Minhas Mães e Meu Pai, Inquietos), sua única filha. Por causa da morte do marido, o tio de India, Charles (Matthew Goode, também em Match Point, Direito de Amar), vem passar um tempo com a família. Logo o desconforto se instala, espalhando uma sensação ao mesmo tempo de desconfiança, já que pouco se sabia sobre ele, e de curiosidade.

Suspense bom é aquele que o jornalista não pode passar muita informação. Cada olhar, cada objeto, cada detalhe carrega significado e isso o diretor sul-coreano sabe fazer muito bem. Com suas pinceladas fundamentais de arte, beleza plástica, fotografia, regados à crueldade e mistério. Interessante e inteligente, Segredos de Sangue deveria ter muito mais bilheteria do que vai ter. Este é um daqueles filmes em que eu colocaria a chancela do “amplie sua visão”. Pra sair do lugar comum e ver um cinema criativo.

DIREÇÃO: Chan-Wook Park  ROTEIRO: Wentworth Miller, Erin Cressida Wilson  ELENCO: Nicole Kidman, Mia Wasikowska, Matthew Goode, David Alford, Phyllis Somerville, Harmony Korine, Lucas Till, Alden Enrenreich, Jacki Weaver, Dermot Mulroney | 2013 (99 min)

Comentários