OS OUTROS – The Others

Cartaz do filme OS OUTROS – The Others
Gênero:
Estado de espírito:

Opinião

os outrosDIREÇÃO e ROTEIRO: Alejandro Amenábar

ELENCO: Nicole Kidman, Fionnula Flanagan, Christopher Eccleston, Alakina Mann, James Bentley, Eric Sykes, Elaine Cassidy

Estados Unidos, 2001 (101 min)1 icone_DVD

As gerações vão e vêm e parece que a adolescência sempre vem acompanhada do desejo de sentir medo calculado. De levar susto, sentir a adrenalina correndo solta, mas sem correr risco de fato. Uma coragem velada, talvez. E o cinema se preza muito pra isso. Lembro bem de quando assistia a O Iluminado para sentir medo.

Inclusive esse filme fez também parte da lista de ótimos suspenses, que devem ser apresentados para a geração atual de adolescentes. Recentemente, até porque Nicole Kidman vai voltar à telona com outro suspense, Segredos de Sangue, do sul-coreano Chan-wook Park,  revi e apresentei a meus filhos Os Outros. Espetacular, mesmo já sabendo do que nos aguarda no desfecho.

Os Outros tem algo que faz o filme de suspense ser realmente bom. Não é óbvio, é sugestivo. Não é apelativo, é inteligente. Alejandro Amenábar constrói a história de Grace (Nicole Kidman, também em Reencontrando a Felicidade, As Horas) de uma maneira sutil e determinada – e a gente acredita piamente no que ele está nos mostrando. Grace vive sozinha com seus dois filhos em uma casa enorme nos arredores de Londres. Seu marido morreu na guerra e ela conta com a ajuda de três empregados para cuidar da casa, do jardim e não deixar que as crianças se exponham à luz do sol, que seria o gatilho de uma terrível e fatal alergia.

O que a gente não sabe é quem são “os outros” do título. Sua filha Anne os vê, mas não sabe explicar quem são. E nós também não. Depois que você chegar no final, se tiver tempo pode se dar ao luxo de rever algumas partes. Em vários momentos estão plantadas sutilezas pelo diretor, que contam a história em detalhes. E tudo passa a fazer sentido. Imperdível!

 

 

Comentários