O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?

Cartaz do filme O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?

Opinião

O Que É Isso, Companheiro? escancara, em 1998, os podres da ditadura brasileiro contando uma história real. Além da qualidade com cinema, é um filme fundamental na chamada Retomada do cinema nacional, que ficou à deriva nas décadas anteriores.

Engraçado olhar para o cenário brasileiro de hoje e saber o que fizeram os figuras que estão por aí agora. Fernando Gabeira, por exemplo. Político, escritor e jornalista, integrou o grupo guerrilheiro dos anos 1960, que acreditava na luta armada como resistência pra derrubar os militares. A ditadura era ferrenha – prendeu, matou e torturou milhares nos porões. Os guerrilheiros, então, têm a ideia de sequestrar o embaixador americano no Rio e mantê-lo em cativeiro até que fossem libertados 15 presos políticos. Assim é feito, Gabeira escreve um livro contando sua versão dos fatos e é isso que Bruno Barreto (também diretor de O QuatrilhoFlores Raras) filma.

Com um elenco de primeira formando o pelotão de guerrilheiros – Fernanda Torres, Selton Mello, Cláudia Abreu, Luiz Fernando Guimarães, Pedro Cardoso e Matheus Nachtergaele -, O Que É Isso, Companheiro? foi indicado ao Oscar de filme estrangeiro e ao Urso de Ouro em Berlin, tem ritmo de suspense, tensão no ar com o planejamento do sequestro até o desfecho, e o importante registro histórico na tela. Para quem já viu, ótimo rever e relembrar. Quem não conhece, é imperdível – um abre alas para muita coisa boa na produção brasileira que veio depois dele.

Comentários