NOSSA IRMÃ MAIS NOVA – Our Little Sister

Cartaz do filme NOSSA IRMÃ MAIS NOVA – Our Little Sister
Direção:
Ano de lançamento:
País:
Gênero:
Estado de espírito:
Duração:

Opinião

Inevitável lembrar do brasileiro A Partilha, que também conta a história de quatro irmãs que revisitam as questões da família após a morte de um dos pais. Minha Irmã Mais Nova, exibido em Cannes no ano passado, fala desse amor fraterno entre três irmãs que moram juntas, cuidam uma da outra e que conhecem, após a morte do pai, a irmã mais nova, filha do seu segundo casamento.

Novidade no enredo, não há. É uma história bem comum. O que é incomum é o tom de amorosidade, a suavidade que o diretor conduz as relações, sem que pra isso tenha que ser raso ou pobre. Pelo contrário, transmite a alegria entre as irmãs, a satisfação de cuidarem umas das outras, a valorização do lar, do companheirismo e do amor fraterno que não se dilui nos problemas e diferenças.

Quem tem irmãs, vai se emocionar. Traz muito da cultura japonesa, da culinária, das cerejeiras em flor (como haveria um filme japonês desse teor delicado sem cerejeiras?). Mesmo sem irmãs, me emocionei. E é com filmes assim que fica cada vez mais fã desse cinema japonês que é uma preciosidade.

Trailers

Comentários