NO FIM DO TÚNEL – Al Final del Túnel

Cartaz do filme NO FIM DO TÚNEL – Al Final del Túnel
País:
Gênero:
Estado de espírito: ,

Opinião

Leonardo Sbaraglia é aquele ator argentino que faz um dos episódios de Relatos Selvagens. Você vai se lembrar, ele é o sujeito que perde a paciência ao ultrapassar um carro na estrada. Inesquecível. É ele também que está em cartaz com o ótimo O Silêncio do Céu, com Carolina Dieckmann, e aparece também em O Que Os Homens Falam. Boa alternativa essa de variar um pouco o ator argentino e dividir a atenção com o onipresente Ricardo Darín. Porque Leonardo é excelente ator e aqui, em No Fim do Túnel, eu diria que ele arrasa.

Outro ponto forte do filme é que a produção é despretenciosa. Diria até simples, mas com um roteiro tão bem amarrado que dá ao desfecho um sabor todo especial. Leonardo é Joaquín, um sujeito paraplégico, que vive sozinho em uma casa enorme, mexe com computadores no porão e resolve alugar um dos quartos pra ganhar uma grana a mais. Aparece uma mulher com a filha, que não só aluga o quarto como se aproxima de Joaquín, justamente quando ele percebe um movimento estranho no porão da casa ao lado.

Fiquei grudada na cadeira. Tem um suspense inteligente, perspicaz, nada pretensioso (como já disse) e surpreendente. Grata surpresa – não que o cinema argentino tenha o hábito de decepcionar, pelo contrário. Mas acertar no programa e ainda superar as expectativas, é tudo de bom.

 

DIREÇÃO e ROTEIRO: Rodrigo Grande ELENCO: Leonardo Sbaraglia, Clara Lago, Pablo Echarri, Javier Godino, Federico Luppi | 2016 (120 min)