LUGARES ESCUROS – Dark Places

Cartaz do filme LUGARES ESCUROS – Dark Places
Gênero:
Estado de espírito: ,

Opinião

Quando a expectativa é grande, é duro ser isenta. O livro homônimo, Lugares Escuros, foi escrito pela mesma autora de Garota Exemplar – que teve uma ótima adaptação para o cinema, com dissimulação e suspense na medida certa. Esperar a mesma tensão é cair numa armadilha. Vá desarmado – é a chance que você tem de curtir o programa.

De qualquer forma, eu diria que Lugares Escuros é daqueles pra ver em casa. Começa bem, com Libby Day (Charlize Theron, também em Mad Max: Estrada da Fúria, Jovens Adultos) contando sua história: sua mãe e irmãs foram brutalmente assassinadas quando ela tinha 8 anos. Nunca se recupera do trauma, vive isolada, sem fazer nada da vida. Até que é procurada por um grupo de investigadores amadores, fascinados por casos não resolvidos, que envolvem mortes violentas. Eles acreditam que seu irmão, considerado culpado e preso há 25 anos, é inocente.

Libby revisita o passado e a história se desenrola a partir daí, com flashbacks mostrando o que realmente aconteceu. Começa bem, mas segue numa linha torta, com personagens desconexos e um suspense que se dilui.

 

DIREÇÃO: Gilles Pacquet-Brenner ROTEIRO: Gillian Flynn (livro), Gilles Pacquet-Brenner ELENCO: Charlize Theron, Nicholas Hoult, Christina Hendricks, Chlöe Grace Moretz | 2105 (113 min)

 

 

Comentários