ARGO

Cartaz do filme ARGO

Opinião

Fazia tempo que não assistia a um suspense tão inteligente e com um roteiro tão envolvente. Estamos no Irã, em 1979, quando o Xá Reza Pahlevi é deposto pela oposição xiita, liderados pelo Aiatolá Khomeini, que havia passado 14 anos no exílio. Reza Pahlevi foge, é exilado nos Estados Unidos e a população não se conforma como o apoio americano ao ditador. Invade a embaixada americana em Teerã, faz seus funcionários reféns, mas seis deles conseguem refugiar-se na embaixada canadense. Argo é o nome dado à operação de resgate de altíssimo risco, “a melhor pior estratégia” montada para tirar esses funcionários do país.

Lembra Munique, de Steven Spielberg, no suspense, na reconstituição de uma época, na tensão que é colocada magistralmente na direção dos atores. Se você não sabe qual é o final, se nunca leu sobre o assunto, não o faça agora. Isso, com certeza, aumentará sua tensão e ansiedade (boas, acredite!). Será que eles conseguirão sair do país passando-se por membros de uma equipe de cinema, que estaria em Teerã procurando locações para um certo filme fictício chamado Argo? Improvável. Tudo inventado pelo agente secreto da CIA Tony Mendez (Ben Affleck) especializado em operações como esta, que coordena o grupo que supostamente quer filmar nos desertos iranianos. Estamos bem na época em que filmes como Guerra nas Estrelas e Planeta dos Macacos são um sucesso, portanto Argo poderia muito bem convencer as autoridades iranianas.

Além de muito bem montado, Argo tem um ritmo preciso. Cadenciado para manter o suspense. Espero só que você não tenha o mesmo azar que nós, jornalistas, tivemos. Bem no momento em que iríamos saber se a operação seria bem sucedida ou se seriam todos mortos em praça público, como se faz até hoje no Irã, o filme é interrompido, as luzes acesas e a expectativa frustrada. Ficar alguns minutos a mais na espera foi fundamental para perceber que Argo está, sim, feito sob medida no seu elenco, roteiro e direção, porque eu precisava do instante final para entender o que realmente aconteceu.

 

 

Trailers

Comentários