AMANTES – Two Lovers

Cartaz do filme AMANTES – Two Lovers

Opinião

Leonard é um ótimo rapaz, boa pessoa, mas depressivo. Tudo indica que não aguentou uma desilusão amorosa e tentou acabar com a própria vida. Tem o apoio da família, portanto não é isso que lhe falta. Parce que falta um relacionamento estável, alguém que cuide dele.

Mas a vida não facilita as coisas. Leonard conhece duas mulheres ao mesmo tempo. Uma é Sandra, que se dispõe a cuidar dele; outra é Michelle, misterosa e insegura, que precisa ser cuidada. É quase que a escolha entre  amar e ser amado. O que vale mais? O que garante uma relação duradoura? É possível que um ame pelos dois e ensine o outro, aos poucos, a amar também? Talvez. A diferença é que ao amar, não se tem escolha, é pura intuição e sentimento. Ao escolher a opção “aprender a amar”, tem-se consciência de um relacionamento mais tranquilo, menos intempestivo, mas nem por isso mais feliz.

Amantes é sutil e bonito. Vale a pena. Ainda está em cartaz no cinema.

Comentários