ALÉM DA VIDA – HEREAFTER

Cartaz do filme ALÉM DA VIDA – HEREAFTER
Estado de espírito: ,

Opinião

DIREÇÃO: Clint Eastwood

ROTEIRO: Peter Morgan

ELENCO: Matt Damon, Cécile de France, Jay Mohr, Bryce Dallas Howard, George e Frankie McLaren, Thierry Neuvic, Marthe Keller

Estados Unidos, 2010 (129 min)

Além da Vida fala da morte, mas não amedronta. Não causa pânico e faz refletir. Não exalta a morte, mas enaltece a vida. O que mais emociona no filme é justamente a sensibilidade com que o brilhante Clint Eastwood consegue falar do assunto e a maturidade das relações que constrói. Esteja preparado: aos 80 anos, o diretor (também em Gran TorinoA Troca, Cartas de Iwo Jima, A Conquista da Honra e Invictus) está impecável e costura de forma muito inteligente e emocionante três histórias de vida.

Com produção do também excepcional Steven Spielberg (destaque para a impressionante cena do tsunami), o diretor traz para a tela reflexões profundas sobre como escolhemos viver a vida. As trajetórias da jornalista francesa Marie, dos gêmeos ingleses Marcus e Jason e do médium americano George (Matt Damon, também em Invictus e Syriana) mostram como a morte está presente todos os dias e como temos sempre a opção de torná-la uma aliada. As suas vivências e buscas abrem a discussão sobre a ligação entre vivos e mortos, sobre os oportunistas de plantão que exploram um dos grandes mistérios da existência e principalmente sobre a maravilha que é estarmos vivos e podermos, sim, nos comunicar.

Não é fácil contar essa história sem cair na armadilha das crenças religiosas e do suspense (há bons filmes com esse tom, como Os Outros, com Nicole Kidman). Mas aqui o foco não é dar susto no espectador. O foco são as relações entre os três personagens e a maneira como cada um deles lida com os seus percalços. Medo de morrer? Talvez seja natural, afinal é o desconhecido. Mas o que Eastwood quis dizer, aos 80 anos, é que não se pode ter medo de viver.

Estreia hoje, dia 07 de janeiro, nos cinemas.

Comentários