cinegarimpo

Fantasia

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM – Fantastic Beasts and Where to Find Them
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, Estados Unidos, Aventura - 17/11/2016

Mesmo quem não acompanhou a saga Harry Potter (se é que isso é possível), fica fácil gostar de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Não se trata de uma sequência – e é claro que outros “animais fantásticos” virão –, mas o filme revisita o universo paralelo do mundo da magia, apresentado por J.K. Rowling em 2001 no primeiro filme da série, inclusive Howgarts, a escola de magia e bruxaria onde tudo começou.

Desta vez quem está no comando é um bruxo Newt Scamander. Especializado em criaturas mágicas, ele captura animais das mais variadas espécies, dá o tratamento necessário e cuida para que voltem ao habitat natural, o mundo mágico que existe dentro de uma mala. Scamander também estudou em Howgarts, assim como Harry Potter, especializou-se em ‘magizoologia’ e vai para Nova York para documentar outras criaturas mágicas – mas o que encontra são outros bruxos, não-bruxos e muita aventura.

Para quem gosta desse mundo de fantasia, é delicioso de assistir. Pilotado pela varinha mágica de Eddie Redmayne (também em A Garota Dinamarquesa, A Teoria de Tudo), Animais Fantásticos é a prova de que o céu é o limite para a imaginação bem imaginada. Tanto é que a gente até sai acreditando que ela existe dentro de uma mala. J.K. Rowling que o diga.

 

DIREÇÃO: David Yates ROTEIRO: J.K. Rowling ELENCO: Eddie Redmayne, Katherine Waterson, Alison Sudol, Ezra Miller, Dan Fogler | 2016 (133 min)

 

Sem Comentários » TAGS:  
MEU AMIGO, O DRAGÃO – Pete’s Dragon
CLASSIFICAÇÃO: Para Ver em Família, Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, fantasia, Estados Unidos, Aventura - 11/10/2016
Tem tudo pra ser Mogli, mas no lugar do urso Balu, tem Elliot, o dragão carinhoso e zeloso, que cuida do pequeno Pete quando ele fica órfão. Criado na floresta, Pete se comporta igual ao menino-lobo e se encanta quando descobre que há criaturas iguais a ele – os humanos!

Claro que o filme cai no clichê da luta entre aqueles que apostam no impossível e querem preservá-lo, e aqueles que querem destruir a fantasia. O que prevalece a história de amizade e aventura, bem bonita pra ver em família.

 

DIREÇÃO: David Lowery ELENCO: Bryce Dallas Howard, Michael C. Hall, Robert Redford | 2016 (102 min)

Sem Comentários » TAGS:  
O BOM GIGANTE AMIGO – The BFG
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, Estados Unidos, Aventura - 02/08/2016

Antes de ser dócil, E.T. É um extraterrestre; antes de ser amigo, BFG é um gigante. Partindo desse princípio, Steven Spielberg alimenta o imaginário infanto-juvenil, antes de construir a fábula. Sábio. Parte do aterrorizante até chegar no afeto, num piscar de olhos. E cativa com seu olhar impecável na direção de arte, e emotivo, na construção da amizade.

BFG é o apelido que a pequena Sophie dá ao seu amigo gigante: Big Friendly Giant. Ele vive na terra dos gigantes, é hostilizado pelos gigantes maldosos e coleciona sonhos. BFG se tornam amigos improváveis, assim como aconteceu com o extraterrestre que colocou Spielberg no hall dos grandes e geniais cineastas da atualidade.

Adorei o toque de humor britânico da visita à rainha e do tom de aventura dado ao filme. Capricha no visual, na riquezas de detalhes, na homenagem à leitura e ao seu poder de embarcar o leitor pelo mundo imaginário. Filme gostoso pra ver em família.

 

DIREÇÃO: Steven Spielberg ROTEIRO: Melissa Mathison, Roald Dahl (livro) ELENCO: Mark Rylance, Ruby Barhill, Penelope Wilton, Rebecca Hall | 2016 (117 min)

 

 

Sem Comentários » TAGS:  
STAR WARS – O DESPERTAR DA FORÇA – Star Wars
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Ficção Científica, Fantasia, fantasia, Estados Unidos, Aventura, Ação - 07/01/2016

Demorei pra assistir ao novo Star Wars – O Despertar da Força. Quando cheguei no cinema, outras 5 milhões de pessoas já tinham assistido ao filme. É uma bilheteria impressionante – sem contar que já superou Avatar em renda nos Estados Unidos, com mais de US$ 760,5 milhões em apenas 20 dias. Mais impressionante ainda.

Mas nada disso importa se você não curte a série. Eu adorava, revi quando meu filho era pequeno e adorei sentir que ainda somos íntimos. Cada vez que um personagem das antigas aparece na tela, dá pra ouvir o suspiro daqueles que já estão na casa dos quarenta. Inevitável. Sem apresentar nada de muito novo, J.J. Abrams, também responsável por repaginar Star Trek (que ganhou uma nova versão muito boa também) coloca na tela o pessoal antigo e introduz jovens que serão os guerreiros da nova guerra nas estrelas.

Sua versão tem a mesma vibração, principalmente dos episódios Guerra nas Estrelas (1977), O Império Contra-Ataca (1980) e O Retorno de Jedi (1983) – que são os mais bacanas. Tem gente que anda dizendo que o filme não traz nada de novo. Nem deveria, no quesito conteúdo. Afinal, o imaginário emocional criado por George Lucas é tão fascinante, que seria como quebrar o encanto. Tem inovação e memória na medida certa.

DIREÇÃO: J.J.Abrams ROTEIRO: J.J.Abrams, Lawrence Kasdan, Michael Arndt ELENCO: Harrison Ford, Mark Hamil, Carrie Fisher, Adam Driver, Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac | 2015 (135 min)

 

 

Sem Comentários » TAGS:  
GOOSEBUMPS: MONSTROS E ARREPIOS – Goosebumps
CLASSIFICAÇÃO: Suspense, Para Sentir Medo, Garimpo na Locadora, Fantasia, fantasia, Estados Unidos, Aventura, Ação - 22/10/2015
Aventura teen, com direito a sustos, mostos, romance, amizade e os arrepios do título original. A história de que os monstros saem dos livros e invadem o mundo real a gente já viu em outros tempos. É uma variação de personagens que entram nos livros ou armários e vivem no mundo da fantasia, como em História sem Fim e As Crônicas de Nárnia.
E está valendo, porque isso faz parte da interação leitor-fantasia, criador-criatura.
O legal do filme – e o que vai pegar o público infanto-juvenil – é o mistério em torno do personagem de Jack Black, que veio pro Brasil para promover o lançamento do filme. Ele mora em uma cidade do interior dos Estados Unidos com a filha e mantém tudo sob estranho controle, até que uma família se muda para a casa ao lado da sua, o adolescente faz amizade com sua filha e a paz é perturbada para sempre.
Goosebumps é bem isso: uma aventura teen com monstros mil e um desfecho simpático para o gênero. Uma boa maneira de desejar um leve Halloween pra todos.
DIREÇÃO: Rob Letterman ROTEIRO: Darren Lemke, Scott Alexander ELENCO: Jack Black, Dylan Minnette, Odeya Rush | 2015 (103 min)

Sem Comentários »
A COLINA ESCARLATE – Crimson Peak
CLASSIFICAÇÃO: Suspense, Para Sentir Medo, Para se Emocionar, Garimpo na Locadora, Fantasia, fantasia, Estados Unidos, Drama - 19/10/2015

Não se paute pelo outro filme recente do mexicano Guillermo del Toro, Círculo de Fogo. Eu assisti, fui procurar no blog e reparei que nem escrevi sobre ele – de tão ruim. No geral, a crítica falou bem, mas achei uma ficção científica chata, cansativa, que não desperta emoção nenhuma. Incrível como A Colina Escarlate não tem nada a ver com isso – e como o diretor foi capaz de fazer filmes tão antagônicos. O trio Mia Wasikowska, Jessia Chastain e Tom Hiddleston transmitem emoção intensa e fazem parte de uma beleza plástica imensa – que por mais fantástica que seja, não tem como não se envolver, e acreditar.

Isso é filme bom – aquele que você faz você acreditar em fantasmas. A história gira em torno da jovem e rica escritora Edith (Mia Wasikowska, também em Mapa para as Estrelas, Amantes Eternos), que circula protegida por seu pai na alta sociedade americana, mas vive assustada com os fantasmas do passado. Tem um pretendente convencional e aceito por seu pai, mas se apaixona pelo forasteiro Thomas (Tom Huddleston, também em Amantes Eternos), vai morar em sua mansão assombrada na Inglaterra junto com sua sinistra cunhada Lucile (Jessica Chastain, também em Perdido em Marte, O Ano Mais Violento) e se vê mergulhada no mar de lama vermelho que é aquele lugar.

Del Toro consegue juntar os elementos importantes pra esse tipo de enredo que tem fantasma, casa mal assombrada, cenas de terror e horror: beleza estética, dramaticidade dos atores e uma história pra contar. Temos visto muito de Jessica Chastain no cinema esses últimos anos – entre A Hora Mais Escura (2012) e A Colina Escarlate, há mais nove filmes em três anos! Dá uma garimpada aqui no blog e aproveite porque ela parece ser a ruiva da vez.

 

DIREÇÃO: Guillermo del Toro ROTEIRO: Guillermo del Toro, Matthew Robbins ELENCO: Mia Wasikowska, Jessica Chastain, Tom Hiddleston, Charlie Hunnam | 2015 (119 min)

Sem Comentários » TAGS:  
CINDERELA – Cinderella
CLASSIFICAÇÃO: Para Ver em Família, Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, fantasia, Estados Unidos - 26/03/2015

Não pense que o novo Cinderela não tem nada de novo; que o tema princesa-madrasta-príncipe-final-feliz se esgotou nele mesmo, para sempre; que o é filme só para meninas; que você já tem sua madrasta preferida e nada vai fazê-lo mudar de ideia; e que Cinderela não passa de uma garota tola e chorona, que não reage aos maus tratos e é feliz para sempre porque estava escrito nas estrelas.

Se esse foi seu raciocínio ao saber desta nova versão do conto de fadas, pode apagar tudo. O Cinderela dirigido pelo britânico Kenneth Branagh é novo sim. Em muita coisa. A história já conhecemos, mas a alma dos personagens ganhou ares bem mais contemporâneos.

Fato é que o tema princesa nunca se esgota. Basta pensar na nova musa-princesa-plebeia Kate Middleton, que move montanhas com sua simplicidade, simpatia e atitude. É isso: a nova Cinderela tem atitude: diz o que pensa, opta por fazer o que é certo e tem como lema ser gentil e corajosa. Deixa isso claro, sem precisar chorar pelos cantos e sem que Lily James tenha que ter uma ingenuidade que beire a tolice.

Pelo contrário: tem personalidade. Sua personagem é a antítese da madrasta – e que madrasta! Cate Blanchett está ótima e já concorre ao posto de “a má mais bacana dos contos de fadas”. E tem o príncipe, que na pele de Richard Madden se encanta com a beleza da jovem camponesa sem lenço nem documento, mas se apaixona principalmente por seus princípios e pela tal “atitude”.

Falando assim, até parece ironia. Mas não é. Realmente gostei da nova Cinderela da Disney. Mostra equilíbrio entre as premissas da história e os novos elementos. A fada madrinha, por exemplo, é divertida, tem boas tiradas e está mais para “amiga-que-sabe-das-coisas” do que para um ser fantástico. O que também é bem interessante.

Apesar de conhecidos, os personagens ganham bons diálogos e uma roupagem nova em folha. Provavelmente de olho no retorno comercial que isso vai gerar – porque a Disney não dá ponto sem nó – o figurino é realmente a cereja do bolo. Do vestido azul de borboletas de Ella (seu nome de batismo), aos incríveis looks da madrasta. Aproveite! Se achar que tudo é déjà vu, aprecie o visual. Já vai valer o seu ingresso.

DIREÇÃO: Kenneth Branagh ROTEIRO: Chris Weitz ELENCO: Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Helena Bonham Carter | 2015 (105 min)

Sem Comentários » TAGS:  
O SÉTIMO FILHO – Seventh Son
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, fantasia, Estados Unidos, Épico, Aventura, Ação - 11/03/2015

Espiar o trailer neste caso ajuda bastante. Porque você já encurta um bom caminho. Está tudo ali, sem exceção: um roteiro confuso, que prima pelo gênero aventura- fantasia-ação, em detrimento do enredo. Se O Sétimo Filho se propõe a contar uma história, eu diria que ela não tem nada de original, que os efeitos especiais não são especiais (e sim, normais) e a ótima atriz Julianne Moore (também em Para Sempre Alice) decepciona. Não pela atuação, coitada. Não há como fazer de outra forma, sem caras e bocas. Mas não precisava deste papel tolo com um currículo que ela tem. Badalada do jeito que é, nem dá pra dizer que está precisando rechear o cofrinho, ou que ninguém a convida para fazer filmes, como a sua personagem em Mapa para as Estrelas.

De Jeff Bridges não posso dizer o mesmo. Ultimamente tem feito filmes caídos. Mas Julianne tem um Oscar e um Globo de Ouro fresquinhos na mão e um talento incontestável. Que não salva – e nem de longe – o filme. A história é conhecida: um guerreiro de uma ordem mística (Bridges) precisa treinar uma aprendiz que possa ajudá-lo a vencer a bruxa má, a rainha do mal (Julianne). E esse rapaz precisa ser o sétimo filho da família (que clichê horroroso e velho!). Há um exército de seres sobrenaturais que querem dominar o reino e os cavaleiros precisam eliminá-los, custe o que custar.

Nada de bom neste reino do mal: muito barulho, um romance frio e uma velha paixão (também déjà vu) inventada para acender o velho sentimento do amor e ódio que move montanhas e seres fantásticos. Que preguiça…

 

DIREÇÃO: Sergey Bodrov ROTEIRO: Charles Leavitt, Steven Knight ELENCO: Julianne Moore, Jeff Bridges, Ben Barnes, Alicia Vikander, Olivia Williams | 2014 (104 min)

 

Sem Comentários » TAGS:  
CAMINHOS DA FLORESTA – Into the Woods
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Musical, Inglaterra, Garimpo na Locadora, Fantasia, Estados Unidos, Aventura - 03/02/2015

Sabe aquele “saco de gato” de contos de fada, em que você fala de todos ao mesmo tempo, mistura personagens, tira sarro dos clichês e de quebra dá uma liçãozinha de moral? Caminhos da Floresta, inspirado em musical da Broadway, é assim. Mas tem graça, é divertido e as músicas são bacanas. Com a moda de dublar tudo, ainda bem que resolveram exibir o original por aqui…

Meryl Streep é a bruxa-vilã, que lança um feitiço sob o casal de padeiros representado por Emily Blunt (Amor Impossível, A Jovem Rainha Vitória) e James Corden (Apenas Uma Chance, Mesmo Se Nada Der Certo). Para desfazê-lo, ela exige que eles procurem na floresta quatro itens específicos. Durante essa tarefa, eles de deparam com Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau, Rapunzel e o príncipe, Cinderela, sua Madrasta e as irmãs, João e o Gigante. As falas são cantadas e as brincadeiras são muitas.

Divertido, não é só para crianças. Tem um astral bom e elenco afinado – nos dois sentidos. Só não precisava render mais uma indicação a Meryl Streep pelo papel (foi a sua 19a!).

 

DIREÇÃO: Rob Marshall ROTEIRO: James Lapine ELENCO: Meryl Streep, James Corden, Emily Blunt, Anna Kendrick, Chris Pine, Johnny Depp | 2014 (125 min)

 

Sem Comentários » TAGS:  

Próxima página »

CATEGORIAS

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER

Você também pode assinar listas específicas: