cinegarimpo

Para se Divertir

MANCHESTER À BEIRA-MAR – Manchester by the Sea
CLASSIFICAÇÃO: Vale seu Ingresso de Cinema, Para se Divertir, Estados Unidos, Drama - 24/01/2017

Normalmente as trajetórias que mais emocionam são aquelas que lidam com histórias de vida comuns. Gente como a gente, com suas encrencas pra resolver, com a vida virada de cabeça pra baixo e com relacionamentos complexos, com dor e ternura. Ou seja, vidas de verdade. Por isso é que Manchester À Beira-Mar é tão impactante. Não tem um só personagem herói; nem modelo. A gente mergulha no filme e veste a carapuça.

Lee Chandler (Casey Affleck, vencedor do Globo de Ouro pelo papel) é zelador de um prédio, faz seu trabalho sem fazer questão de ser simpático; é objetivo e frio, faz o mínimo necessário. Sujeito amargo. E triste. Até que recebe um telefonema dizendo que seu irmão faleceu. Tem que ir à Manchester se despedir e cuidar do que o irmão deixou – inclusive de seu sobrinho, que fica sob sua guarda. No decorrer da narrativa, vamos descobrindo quem é Lee, sabemos sobre seu passado e seu casamento com Randi (Michelle Williams, também em Entre o Amor e a Paixão, Namorados Para Sempre), de que fontes bebeu para ser tão duro consigo mesmo.

Não espere reviravoltas ou acontecimentos mirabolantes. A narrativa é sobre uma vida simples, sobre erros e acertos, sobre relacionamentos que não se esgotam, que precisam de tempo para serem digeridos e perdoados. Profundo e verdadeiro, principalmente a cena em que Michelle Williams revisita o passado. Que cena! O ano começa muito bem.

 

DIREÇÃO e ROTEIRO: Kenneth Lonergan ELENCO: Michelle Williams, Casey Affleck, Kyle Chandler, Lucas Hedges | 2016 (137 min)

 

 

 

 

 

 

Sem Comentários » TAGS:  
LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES – La La Land
CLASSIFICAÇÃO: Vale seu Ingresso de Cinema, Para Ver Bem Acompanhado, Para se Emocionar, Para se Divertir, Musical, Estados Unidos, Comédia Romântica - 13/01/2017

Emma Stone disse bem quando foi receber seu Globo de Ouro pela atuação perfeita na pele da linda Mia: La La Land: Cantando Estações é para sonhadores. Mereceu ganhar os sete Globos de Ouro, vai emplacar vários prêmios das 11 indicações ao Bafta, o Oscar inglês, e vamos já nos preparando para o Oscar, que também vai bombar.

Mais do que uma linda história de amor, o filme do jovem Damien Chazelle, também do ótimo Whiplash – Em Busca da Perfeição, é sobre as escolhas da vida. Sobre escolher, relacionar-se com o outro e lidar com as expectativas. E com as escolhas que mudam, claro. Estamos em constante transformação e saber disso e escolher de novo é um presente. Mesmo que seja escolher a mesma coisa. Não importa. O que conta é caminhar.

E cantar. Com a linda, romântica e singela canção City of Stars – que você sairá cantarolando do cinema, como todos fazem – encanta, embala e nos convida a sonhar, junto com Mia e Sebastian, Emma Stone (também em O Homem Irracional, Magia ao Luar) e Ryan Gosling (Amor a Toda Prova, Drive). Juntos também no filme Amor a Toda Prova, agora eles são o casal mais simpático que possa ser existir no cinema.

 

DIREÇÃO e ROTEIRO: Damein Chazelle ELENCO: Emma Stone, Ryan Gosling, J.K. Simmons | 2017 (128 min)

 

Sem Comentários » TAGS:  
MOANA
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Estados Unidos, Em cartaz, Aventura, Animação - 04/01/2017

A próxima estreia (dia 05 de janeiro) é Moana – Um Mar de Aventura. Indicado a dois prêmios no Globo de Ouro (melhor canção original e animação), vai levar você para a Oceania. A menina aventureira faz uma viagem pelas ilhas acompanhada do semideus Maui e vai encantar todo mundo, com certeza.

 

 

Sem Comentários » TAGS:  
O AMOR NO DIVÃ
CLASSIFICAÇÃO: Para Ver Bem Acompanhado, Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Comédia Romântica, Brasil - 15/12/2016

Já teve filme chamado Um Divã para Dois, com Meryl Streep e Tommy Lee Jones, e as crises de um casal na terceira idade; Divã a 2, sobre a crise de um casal jovem, com filho pequeno; e agora, O Amor no Divã, sobre as duas situações ao mesmo tempo. Enquanto o casal jovem busca a terapia pra tentar resgatar a sintonia, a própria terapeuta passa por uma crise e veste a carapuça em seus próprios aconselhamentos.

Sem trazer nada de muito novo, tem uma graça na liga dos casais. Malka (Zezé Polessa) está casada há 30 anos com José (Daniel Dantas), que se aposenta e atrapalha a rotina do casal, já tão acostumado com o ritmo de vida. Enquanto enfrenta isso, Malka atende o jovem casal Roberta e Miguel (Fernanda Paes Leme e Paulo Vilhena), que precisa encontrar um eixo comum entre a rigidez e a leveza, a ambição profissional e o comodismo. Enquanto as conversas e sessões acontecem, os casais vão se desafiando.

Tem um tom teatral por causa dos cenários; aliás, ficaria bem no palco. Claro que foi pensado pra causar empatia com o público, porque os problemas normalmente se repetem. Mas é leve e pode ser divertido, inclusive com depoimentos de alguns casais entre uma sessão e outra. Eu diria até que, mais do que divã, parece mesmo uma comédia romântica.

 

DIREÇÃO: Alexandre Reinecke ROTEIRO: Juliana Rosenthal K. ELENCO: Fernanda Paes Leme, Zezé Polessa, Daniel Dantas, Paulo Vilhena| 2016 (min)

Sem Comentários » TAGS:  
SING – QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Estados Unidos - 14/12/2016

Mais delicioso, impossível – e aqui, você precisa ver pra conferir. O coala Buster Moon herda o teatro do pai, está mal de grana e resolve fazer uma audição especial. Chove bicho interessado no prêmio, mas o bem-intencionado Buster se atrapalha e acaba se enrolando ainda mais nos problemas.

Além da graça de acompanhar a história dos personagens e suas questões pessoais (veja a porca Rosita, por exemplo, que é dona-de-casa, cuida de uma ninhada de mais de 20 filhotes e sonha em ter um lugar ao sol), o repertório musical é lindo, os diálogos são divertidos e, de quebra, tem a moral do junto-venceremos. Para ver em família nesse começo de férias!

 

DIREÇÃO e ROTEIRO: Garth Jennings | 2016 (108 min)

Sem Comentários »
ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM – Fantastic Beasts and Where to Find Them
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Fantasia, Estados Unidos, Aventura - 17/11/2016

Mesmo quem não acompanhou a saga Harry Potter (se é que isso é possível), fica fácil gostar de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Não se trata de uma sequência – e é claro que outros “animais fantásticos” virão –, mas o filme revisita o universo paralelo do mundo da magia, apresentado por J.K. Rowling em 2001 no primeiro filme da série, inclusive Howgarts, a escola de magia e bruxaria onde tudo começou.

Desta vez quem está no comando é um bruxo Newt Scamander. Especializado em criaturas mágicas, ele captura animais das mais variadas espécies, dá o tratamento necessário e cuida para que voltem ao habitat natural, o mundo mágico que existe dentro de uma mala. Scamander também estudou em Howgarts, assim como Harry Potter, especializou-se em ‘magizoologia’ e vai para Nova York para documentar outras criaturas mágicas – mas o que encontra são outros bruxos, não-bruxos e muita aventura.

Para quem gosta desse mundo de fantasia, é delicioso de assistir. Pilotado pela varinha mágica de Eddie Redmayne (também em A Garota Dinamarquesa, A Teoria de Tudo), Animais Fantásticos é a prova de que o céu é o limite para a imaginação bem imaginada. Tanto é que a gente até sai acreditando que ela existe dentro de uma mala. J.K. Rowling que o diga.

 

DIREÇÃO: David Yates ROTEIRO: J.K. Rowling ELENCO: Eddie Redmayne, Katherine Waterson, Alison Sudol, Ezra Miller, Dan Fogler | 2016 (133 min)

 

Sem Comentários » TAGS:  
O PLANO DE MAGGIE – Maggie’s Plan
CLASSIFICAÇÃO: Para Ver Bem Acompanhado, Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Estados Unidos, Drama, Comédia Romântica - 15/11/2016

Filme independente é aquele produzido longe dos holofotes e grandes orçamentos dos importantes estúdios de Hollywood. Basicamente é isso, mas vai além. Fazendo um comentário sobre O Plano de Maggie, me peguei nessa sinuca. A explicação tem que ir além do eixo que inclui dinheiro, influência e estúdios famosos, porque é ela a alma desse perfil de produção. Essencialmente, é um filme que têm visão independente; que prima pela diversidade, inovação e ineditismo. E, sem o rabo preso, acabam trazendo pra tela um olhar único, muitas vezes cotidiano, singelo sem ser raso, que causa imediata simpatia e identificação. E atraindo novos talentos na direção e atuação que, é evidente, enriquecem com novas histórias e experiências de vida.

Dito isso, chegamos em O Plano de Maggie. É um exemplo perfeito: não tem nada de especial no enredo, conta uma história até bem improvável, mas faz rir, emociona, entretém e nos presenteia com um texto inteligente e um elenco de primeiríssima – que causa empatia imediata. Sou fã desse tipo de cinema – ele tem preocupações diferentes, muitas vezes falam de pessoas comuns, temas universais de relacionamento e conflitos existenciais e trazem uma outra estética. É quase uma paródia da vida-como-ela-é.

Se você viu Pequena Miss Sunshine, de Jonathan Dayton e Valerie Faris, entende o que eu estou falando. Nessa prateleira está também a trilogia Antes do Amanhecer, Antes do Pôr-do-Sol, Antes da Meia-Noite, de Richard Linklater; O Amor é Estranho, de Ira Sachs, Frances Ha e Enquanto Somos Jovens, de Noah Baumbach, ou À Procura do Amor (Enough Said), de Nicole Holofcener. Só pra citar alguns e já deixar bem claro qual é o clima de O Plano de Maggie.

Ethan Hawke, Julianne Moore e Grega Gerwig dominam a seguinte cena. Greta é Maggie, uma nova-iorquina resolvida, profissional respeitada, que vive tranquila aos 40 mas ainda quer ser mãe. Resolve fazer produção independente, mas acaba se apaixonando por um homem casado, que está com o casamento em crise e se separa da mulher controladora para ficar com Maggie. Tudo entra na rotina no novo, o trio tem que lidar com os todos os filhos, e Maggie acha por bem devolver o marido para a ex-mulher, Georgette. Parece comédia da vida privada – e, aqui, não se trata de investir na verossimilhança. Trata-se de de se deixar levar pela comédia e pelo drama, e pelas emoções tão universais que vão sendo pinceladas no decorrer da narrativa. Toda vez que vejo um filme assim, saio revigorada. É como se a alma criativa e genuína – sem que para isso precise ser chato! – tivesse uma porta aberta, escancarada para sair.

DIREÇÃO: Rebecca Miller ROTEIRO: Rebecca Miller, Karen Rinaldi ELENCO: Greta Gerwig, Ethan Hawke, Julianne Moore, Maya Rudolph | 2015 (98 min)

Sem Comentários » TAGS:  
24º ANIMA MUNDI
CLASSIFICAÇÃO: Para se Emocionar, Para se Divertir, Festivais, Animação - 04/11/2016

Acaba a Mostra SP, começa o festival de animação. O ANIMA MUNDI conta com 400 filmes, curtas e longas, até domingo dia 06.

Informações no site do festival – é só clicar no link acima. Um dos destaques é A Tartaruga Vermelha, que levou o prêmio especial do júri na categoria mais bacana de Cannes – Un Certain Regard.

Sem Comentários » TAGS:  
O CONTADOR – The Accountant
CLASSIFICAÇÃO: Para se Divertir, Para Pensar, Garimpo na Locadora, Estados Unidos, Drama, Ação - 20/10/2016

cPrimeira dica: não vá cansado, porque tem que prestar atenção. O Contador é daqueles filmes que vão tecendo uma rede de conexões e tramas. Se bobear, perde o fio da meada e a proposta desse roteiro bem amarrado.

Aliás, Ben Affleck (também em Argo e Garota Exemplar) está bem confortável no papel do sujeito fechado, cheio de manias e poucos relacionamentos, que se esconde atrás da fachada de um simples contador. Autista, foi desacreditado quando criança, mas desenvolveu sua genialidade matemática que é usada para fins mais escusos e complexos do que uma simples contabilidade. Lavagem de dinheiro é só o começo.

Quem entra na jogada para suavizar o clima tenso é a também contadora e sempre simpática atriz Anna Kendrick (A Escolha Perfeita e Amor Sem Escalas) e é aqui que a trama e o suspense começam a ficar bem mais instigantes. E também é aqui que você não vai poder piscar.

 

DIREÇÃO: Gavin O’Connor ROTEIRO: Bill Dubuque ELENCO: Ben Affleck, Anna Kendrick, J.K. Simmons | 2016 (128 min)

 

 

Sem Comentários » TAGS:  

Próxima página »

CATEGORIAS

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER

Você também pode assinar listas específicas: