cinegarimpo

Especiais

FILMES FRANCESES PRA VER EM CASA
CLASSIFICAÇÃO: França, Especiais - 04/11/2016

Depois da ressaca da Mostra SP, bom saber da chegada de ótimos filmes em casa, no streaming. Dá só uma olhada, clica no filme pra ler o comentário do Cine Garimpo e corre alugar em uma dessas plataformas online: NOW, VIVO, iTunes, Google Play. 

Tem pra todos os gostos:

JÁ DISPONÍVEL:

  1. uma viagem emocionante na inversão de papéis entre pai e filha em A VIAGEM DE MEU PAI;

DIA 10/11:

  1. divertida comédia LOLO: O FILHO DA MINHA NAMORADA, sobre a mulher na meia idade e tudo que vem com ela;
  2. retrato histórico de refugiados na Segunda Guerra , com espelho nos dias de hoje com tanta gente procurando abrigo em tempos de conflito em VIVA A FRANÇA!;

DIA 17/11: 

  1. deliciosa comédia romântica A CORTE, sobre a gentileza capaz de quebrar a rigidez;
  2. o drama humano em O VALE DO AMORsobre famílias.

DIA 24/11: 

  1. o profundo drama de MEU REI, sobre o complexo que é relacionar-se (foto);
Sem Comentários »
VIREI UM GATO
CLASSIFICAÇÃO: Especiais - 02/09/2016

Está em cartaz o filme em que Kevin Spacey é um gato! VIREI UM GATO é pra se divertir e o Cine Garimpo fechou uma parceria com a @Diamondfilmsbr. Vamos sortear 20 pares de ingressos pra você ver o filme na telona. Quer participar? Então, faz assim:

? Siga o @cinegarimpo;
?Curta este post da promoção;
? Marque 3 amigos neste post.
Pronto! Mas vai rápido, porque só são 20 pares! Boa sorte!
Sem Comentários » TAGS:  
CINE VISTA – CINEMA AO AR LIVRE NO JK
CLASSIFICAÇÃO: Especiais - 08/06/2016

Já faz quatro anos que tem cinema ao ar livre no JK e a programação é sempre um sucesso. O mix tem filmes inéditos, produções premiadas no Oscar deste ano e infantis para curtir com a família.

Mas programe-se, porque cada filmes terá só uma sessão e os ingressos já estão disponíveis. Você pode ver a programação completa na página do JK do Mundo Iguatemi, mas fique de olho nas seguintes dicas pra aproveitar bem o programa.

Se for para levar as crianças, Zootopia é o mundo em que animais perderam a sua condição de selvagens; Snoopy, dispensa apresentações e encanta adultos e crianças; Kung Fu Panda 3, é uma aventura; e No Mundo da Lua é pra sair do comum e apreciar o traço da animação espanhola.

 

Quem não conseguiu ainda ver – ou quer rever um bom filme – prepare-se para a aventura em O Regresso e para a emoção em O Quarto de Jack, A Garota Dinarquesa e Carol. Se for para se divertir, aposte em Perdido em Marte; para pensar – se gosta de mercado financeiro – em A Grande Aposta; e para entender o nosso mundo, em Spotlight. Muitos estão comentados aqui na coluna – é só clicar no nome do filme pra saber mais.

 

Mas especial ainda é a seleção de filmes inéditos. Logo mais estreiam nos cinemas, mas o Cine Vista exibe antes exclusivamente pra você. Tom Hanks vem com Negócio das Arábias; Meryl Streep com a biografia da cantora Florence Foster Jenkins em Florence: quem é essa mulher? (foto); e Ryan Goslin e Russell Crowe, com o filme de ação policial Dois Caras Legais. Quem gosta de inovar e curte cinema argentino – e Ricardo Darín – vai adorar o drama político Koblic; e para os amantes da comédia romântica francesa, nada como o delicioso Um Amor à Altura, com Jean Dujardin, pra fechar com chave de ouro.

 

Sem Comentários » TAGS:  
18º FESTIVAL DU CINÉMA BRÉSILIEN DE PARIS
CLASSIFICAÇÃO: França, Especiais, Brasil - 31/03/2016

Cinema nacional em Paris! Veja a lista dos filmes que estarão no 18º FESTIVAL DU CINÉMA BRÉSILIEN DE PARIS, de 5 a 12 de abril.

Nise, O Coração da Loucura, de Roberto Berliner, com Glória Pires estreia aqui dia 21 e abre o festival e Tudo Que Aprendemos Juntos, de Sérgio Machado, com Lázaro Ramos, é o filme de encerramento (foto).

Órfãos do Eldorado

Mundo Cão, de Marcos Jorge

Vidas Partidas, Marcos Schertman

Noir Brésil, Angèle Berland

A Família Dionti, de Alan Minas

Jonas, de Lo Politi

A Loucura Entre Nós

As Aventuras do Pequeno Colombo

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, de Karim Ainouz

Betinho, A Esperança Equilibrista, de Victor Lopes

Olmo e a Gaivota

Boi Neon

Arpoador, Praia e Democracia, de Helio Pitanga

Estive em Lisboa e Lembrei de Você, de José Barahona

Amores Urbanos, de Vera Egito

Campo Grande, de Sandra Kogut

Últimas Conversas, de Eduardo Coutinho

Aspirantes, de Ives Rosenfeld

 

Sem Comentários » TAGS:  
7 FILMES INDEPENDENTES – e BACANAS – DE 2015
DE CABEÇA ERGUIDA, com Catherine Deneuve
CLASSIFICAÇÃO: Especiais - 29/12/2015

Fora dos blockbusters que todo mundo já conhece, há ótimos filmes que valem a pena você assistir. Nesta lista são 7, bem diversificados no estado de espírito, no estilo e na nacionalidade. Clique no nome do filme para ler o comentário completo aqui no blog.

  1. DE CABEÇA ERGUIDA, de Emmanuelle Bercot (França) | Abriu o Festival de Cannes de 2015, com Catherine Deneuve. Filme mostra 10 anos da vida de Malony, da infância à juventude, e retrata toda a problemática e complexidade do judiciário, da maioridade penal, nos recursos de recuperação de jovens. Forte e intenso – mas também muito bonito. (tem no iTunes Brasil) – PARA PENSAR

 

  1. QUE MAL EU FIZ A DEUS?, de Philippe de Chauveron (França) | Um dos filmes de maior bilheteria na França. Comédia escrita a partir de uma situação bem conhecida: cada vez mais há casamentos entre pessoas de nacionalidades, culturas e religiões diferentes na França e o diretor aproveita essa realidade para fazer um recorte superbem humorado da atual sociedade francesa e europeia. (tem no iTunes Brasil) – PARA SE DIVERTIR

 

  1. O CIDADÃO DO ANO, de Hans Petter Moland (Noruega|Suécia) | Indicado ao Urso de Ouro em Berlim, tem uma trama super engenhosa, mistura ação, suspense e investigação, com uma bela pitada de ironia. Mais um bom exemplar do cinema nórdico. – PARA SE DIVERTIR

 

  1. O ANO MAIS VIOLENTO, de J.C.Chandor (EUA) | Com Jessica Chastain e Oscar Isaac, cai como uma luva pra realidade brasileira. Sobre a corrupção nos negócios, é um thriller superbem amarrado, não dá pra se distrair um minuto. Em 1981, ano mais violento em NY, o empresário do ramo de postos de combustível ganha mercado, começa a incomodar seus concorrentes e, junto com a esposa Anna, precisa trilhar o caminho da empresa. (tem na Netflix) – PARA ENTENDER O NOSSO MUNDO

 

  1. O ABUTRE, de Dan Gilroy (EUA) çom Jake Gyllenhaal e Rene Russo, fala da imprensa sensacionalista. O personagem de Jake Gyllenhaal vive de trambiques e falcatruas, e descobre que pode ganhar uma boa grana filmando e vendendo as imagens para as emissoras que vivem das tragédias. Excelente, um retrato meio sombrio da natureza humana. (tem na Netflix) – PARA PENSAR

 

  1. ENQUANTO SOMOS JOVENS, de Noah Baumbach (EUA) | Com Naomi Watts, Ben Stiller e Amanda Seyfried, conversa com quem viveu a juventude nos anos 80. O casal formado por Ben Stiller e Naomi Watts não tem filhos, não se encaixa na realidade dos casais amigos que tem a vida pautada pelo dia a dia dos bebes e se encanta com um casal jovem descolado, que acha o máximo tudo que é referencia dos anos 80, como disco de vinil e o cotidiano sem tecnologia. Inteligente e divertido, cruza as duas etapas da vida, faz pensar sobre a passagem do tempo e quais são os valores em que realmente vale a pena investir. (tem no iTunes Brasil) – PARA SE DIVERTIR E SE EMOCIONAR

 

  1. CÁSSIA ELLER, de Paulo Henrique Fontenelle (Brasil) | Documentário sobre a vida da cantora, com seu repertório maravilhoso e sua experiência de vida. – PARA SE EMOCIONAR (E CANTAR)

 

 

 

 

 

 

Sem Comentários »
O QUE JÁ DÁ PRA VOCÊ ASSISTIR DOS INDICADOS AO GLOBO DE OURO 2016
CLASSIFICAÇÃO: Especiais - 10/12/2015

A premiação é dia 10 de janeiro, mas já dá pra conferir muitos dos filmes indicados ao GLOBO DE OURO 2016 – lembrando que os filmes dessa premiação são escolhidos pelos correspondentes estrangeiros de Hollywood. O Glogo de Ouro antecipa os vencedores do Oscar e já indica quem é que estará na crista da onda no ano que vem.

Veja o que já pode ser visto por aqui até o fim de dezembro e aproveite pra fazer as apostas.

JÁ DISPONÍVEL PRA VER EM CASA:

Beast of No Nation – Arrasador, com Idris Elba, indicado a melhor ator de filme pra televisão. Sobre crianças-soldado em um país da África.

Mad Max: Estrada da Fúria – Indicado a melhor filme drama e melhor ator para George Miller. Confesso que não me pegou. Mas eu fui exceção, porque e a crítica adorou. Tem uma pegada feminina, com a liderança da atriz Charlize Theron no comando das mulheres que sobreviveram ao caos e à tirania.

A Espiã que Sabia de Menos – Indicado a melhor comédia, assim como sua protagonista também concorre a melhor atriz, Melissa McCarthy. Não assisti e nem pretendo. Mais do mesmo.

Descompensada – Melhor filme comédia e Amy Schumer, melhor atriz. Idem, nem vou ver.

Não Olhe Pra Trás – Melhor ator comédia pra Al Pacino. Filme leve, divertido e com um desfecho que emociona. Sem ser piegas, acredite. Eu achei bem gostoso de ver e já indiquei aqui no blog (foto).

Sentimentos que Curam – Melhor ator para Mark Ruffalo. Adorei: leve e despretensioso, com um viés humanista, de quem trabalha a tolerância e a adaptação às adversidades da vida. Filme independente que vale assistir (foto).

 

 

 

Sem Comentários » TAGS:  
8º filme de Tarantino, OS 8 ODIADOS, regado com sadismo e sangue
CLASSIFICAÇÃO: Especiais, Entrevista - 23/11/2015

“Definitivamente o vermelho está na minha paleta de cores”, diz o diretor sobre o sangue, sempre um personagem. No Brasil para apresentar sua nova produção, juntamente com o ator Tim Roth, Quentin Tarantino, também de Bastardos Inglórios, Cães de Aluguel, Django Livre, é imbatível quando se trata de cativar a plateia de jornalistas.

De público, eu diria que tem uma legião de fãs mundo afora, mas tem quem não goste. É muito sangue. “Sempre gostei de western e depois que fiz Django e vi que deu certo, resolvi filmar o segundo”, confessa. “Parece que depois que eu fizer três desse gênero, aí posso partir pra outra”.

Bem enfático nas suas opiniões, Tarantino diz com muita segurança que fará dez filmes – até por isso anuncia logo na abertura de Os 8 Odiados que este é o oitavo. Portanto, aos fãs, apreciem e torçam para que ele se anime. The Hateful Eight, que foi exibido aos jornalistas brasileiros em primeira mão no mundo todo, será comentado mais perto da estreia, marcada para 7 de janeiro. Por enquanto, a dica é aproveitar pra rever sua filmografia. Vou fazer o mesmo. Não há nada igual, goste você dele ou não!

Sem Comentários »
PRA SENTIR MEDO NO CINEMA!
Goosebumps: Monstros e Arrepios garante o clima de Halloween
CLASSIFICAÇÃO: Para Sentir Medo, Especiais - 26/10/2015

Não é por acaso que há uma boa leva de filmes de terror, casas mal assombradas e fantasmas no cinema. Dia 31 é Halloween e tudo é motivo pra acompanhar o calendário. O bacana é que dois outros mega eventos cinematográficos em São Paulo, a Mostra de SP e o Vivo Open Air, também exibirão alguns filmes para os adeptos do gênero – fora, claro, todos aqueles que você pode assistir de casa.

Confira o trailer do que está em cartaz, veja qual o perfil do filme e corra pra garantir sua noite de terror! O estado de espírito de todos é o mesmo: para sentir medo!

 

Goosebumps – Monstros e Arrepios: com Jack Black, é uma aventura para o público adolescente, com monstros e sustos. É bem feita, tem aquele viés manjado, mas bacana, dos amigos que entram numa roubada juntos, e de todas as peripécias feitas para solucionar a encrenca que criaram.

 

A Colina Escarlate: com Mia Wasikowska, Jessica Chastain, Tom Hiddleston, a casa mal assombrada onde se passa o suspense – e onde moram os fantasmas – é um cenário incrível, chique e assustador. Pra quem quer um terror cheio de detalhes e elegante, com uma boa história de amor pra contar.

 

Hotel Transilvânia 2: animação simpática sobre uma vampira e um humano que se casam e moram no hotel. Para ver em família e integrar as crianças no clima do Dia das Bruxas.

 

Atividade Paranormal 5: Dimensão Fantasma: na mesma linha dos outros da série, é pra quem quiser realmente sentir-se parte da assombração. Se passa aqui, agora, num ambiente bem parecido com o que a gente vive.


 

VIVO OPEN AIR: o evento de cinema a céu aberto no Jockey Club de São Paulo programou a pré-estreia de Green Room, um thriller de terror, seguido do clássico imbatível O Iluminado, de Stanley Kubrick, com Jack Nicholson. Quem ainda não viu, é imperdível – ainda mais na tela gigante e ao ar livre!

 


MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SP: a Mostra terá uma sequência de filmes de terror na sexta, dia 30, no Cinearte 1. A Bruxa, filme que dá as boas-vindas ao Halloween na madrugada de sexta pra sábado, levou a melhor direção no Festival de Sundance (trailer abaixo). Promete!

14:00 – O CÍRCULO  (Cirkeln), de Levan Akin (144′). SUÉCIA. 18 anos.

16:45 – O QUARTO PROIBIDO (The Forbidden Room), de Guy Maddin, Evan Johnson (128′). CANADÁ. 16 anos.

19:15 – BONE TOMAHAWK (Bone Tomahawk), de S. Craig Zahler (132′). EUA. 16 anos.

22:00 – TÚMULOS E OSSOS (Grafir & Bein), de Anton Sigurdsson (89′). ISLÂNDIA. 16 anos.

23:59 – A BRUXA (The Witch), de Robert Eggers (92′). CANADÁ, EUA. Indicado para: 16 anos.

 

Sem Comentários » TAGS:  
VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS – Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados
CLASSIFICAÇÃO: Para se Emocionar, Para se Divertir, Garimpo na Locadora, Especiais - 07/10/2015

Assisti ao espanhol Viver é Fácil com os Olhos Fechados em uma sessão do Festival da Juventude da Mostra Internacional de Cinema de SP em 2014 e agora o filme entra em cartaz. Não poderia ser mais adequado mostrar para os jovens filmes como este. Além de divertido, tem aspectos importantes próprios da vida – e das dúvidas – da juventude que permeiam o filme de forma leve, sem que pareça ser uma lição de moral. Porque a gente já sabe que sermão nenhum surte efeito quando o que o jovem quer é experimentar novas sensações e ter novas experiências. Cai como uma luva.

Este é o filme espanhol que concorreu com o brasileiro Hoje Eu Quero Voltar Sozinho ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2015 – que também fala sobre a adolescência. E tem uma história bastante criativa. Um professor ensina inglês aos alunos do ensino médio através das músicas dos Beatles. Isso em 1966, quando ele descobre que John Lennon estará na Espanha, mais especificamente em Almería, filmando Como Eu Ganhei a Guerra. Fã da banda, resolve ir até o set falar com o cantor e no meio do caminho dá carona a dois jovens: Belén está grávida e foge do internato onde sua família a colocou, para que tenha o bebê longe dos olhos da rígida sociedade católica; Juanjo foge de casa por não aguentar a pressão do pai autoritário. Sem rumo, se deparam com Antonio, que segue com os dois jovens num road movie até Almeria.

Divertido e sensível, Viver é Fácil com os Olhos Fechados é uma frase tirada da canção Strawberry Fields Forever, que Lennon compõe de fato enquanto filma. Fala do rito de passagem confuso e necessário da adolescência para a juventude e vida adulta por que passam Belén e Juanjo, pela sexualidade e pelos desafios e transgressões necessárias para o crescimento. Mas sobretudo ressalta essa figura do professor enquanto mestre, conselheiro, companheiro, alguém que sabe instruir sem castrar, que sabe deixar o recado sem dar sermão. Antonio é firme, sem ser autoritário, e com isso constrói uma relação de respeito e admiração, sem que para isso seja necessário ser “obediente”.

Em tempos de relações difíceis entre pais e filhos, alunos e mestres, o filme é uma homenagem linda àqueles que conseguem ser exemplo, educadores e facilitadores da reflexão individual de cada jovem. Afinal, o discurso e postura dos adultos intermediadores dessa passagem fazem toda a diferença.

 

DIREÇÃO e ROTEIRO: David Trueba ELENCO: Javier Cámara, Natalia De Molina, Francesc Colomer | 2013 (108 min)

 

Comentários » 2 comentários TAGS:  

Próxima página »

CATEGORIAS

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER

Você também pode assinar listas específicas: