50 TONS DE CINZA JÁ TEM DATA PRA CONTINUAR!

Publicado em

Para os fãs de Anastasia e Christian Grey, a notícia é ótima: Cinquenta Tons de Cinza, que arrecadou US$ 486 milhões em todo o mundo, volta as telas em 10 de fevereiro de 2016. A sequência do filme baseado no romance de EL James, que já vendeu 100 milhões de cópias, será lançado mundialmente no Valentine’s Day (Dia dos Namorados) dos Estados Unidos e promete continuar fazendo sucesso.

Pra quem curtiu a atuação de Jamie Dornan no papel do excêntrico bilionário que se apaixona pela ingênua (mas nem tanto) estudante feita por Dakota Johnson, a dica do Cine Garimpo é embarcar na série irlandesa The Fall, em que ele é o charmoso e enigmático serial killer. Só de mulheres…

 

 

INDICADOS DO SAG AWARDS 2015

Publicado em

Começa logo mais, em janeiro, a temporada de premiação de 2015. Quem abre é sempre o Globo de Ouro, em 11/01/2015, e em seguida vem o prêmio dado pelo Sindicato dos Atores dos EUA, o SAG AWARDS (Screen Actors Guild Awards), dia 25. Os indicados já saíram e confesso que fiquei bastante feliz com as indicações que Birdman recebeu. O filme, ainda inédito no Brasil (estreia em janeiro), trata de um assunto importante, que invariavelmente atinge os famosos, salvo raras exceções. Depois da fama, quando a idade chega e outros ocupam seu lugar, o que resta para quem já não atrai holofotes, amores e convites para trabalhar? Conversa, inclusive, com o papel que Al Pacino faz em O Último Ato – também um ator decadente, tentando voltar à ativa e reencontrar sua identidade perdida na fama e no dinheiro. Interessante coincidência…

Michael Keaton, o ex-Batman, está espetacular como ex-homem pássaro que luta para encontrar um lugar no teatro de Broadway e se refazer da depressão e da bancarrota. Recebeu indicação para melhor ator, Emma Stone para melhor atriz coadjuvante, Edward Norton para melhor ator coadjuvante e o filme para a categoria de melhor elenco. Vale dizer que o filme é do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu, brilhante também em Amores Brutos, 21 Gramas, Babel e Biutiful. Sempre forte, dramático, contundente.

BOYHOODOutro indicado – que está em cartaz no Brasil e que considero um dos melhores filmes do ano pela originalidade e pelo realismo do olhar – é Boyhood – Da Infância à Juventude. Ethan Hawke é indicado como melhor ator coadjuvante; Patricia Arquette, melhor atriz coadjuvante e o filme concorre pelo prêmio do elenco todo. Merece, é maravilhoso.

teporiaTambém com três indicações está A Teoria de Tudo, que conta a vida do cientista britânico Stephen Hawking. O filme me levou às lágrimas por dois simples motivos: a história de vida espetacular desse homem e a atuação brilhante de Eddie Redmayne. Ele concorre a melhor ator, Felicity Jones, que faz sua esposa, a melhor atriz, e o elenco como todo também disputa nesta categoria. Para mim, o melhor ator é, de fato e de direito, Eddie Redmayne. Tive certeza que estava vendo o próprio cientista na telona, neste papel dificílimo e muito emocionante.


fotoO Jogo da Imitação
concorre em três categorias e ainda vou conferir. Mas Keira Knightley é indicada para melhor atriz coadjuvante, Benedict Cumberbatch, melhor ator, e todo o elenco também está concorrendo pelo prêmio, com os filmes acima.

 

Outros indicados são:

Foxcatcher: Mark Ruffalo como melhor ator coajuvante e Steve Carell, melhor ator (estreia 22/01)

O Juiz: Robert Duval como melhor ator coadjuvante

Caminhos da Floresta: Meryl Streep como melhor atriz (estreia 29/01/15)

O Abutre: Jake Gyllenhaal como melhor ator (estreia 18/12)

Ainda Alice: Julianne Moore como melhor atriz

Garota Exemplar: Rosamund Pike, melhor atriz (em cartaz)

Livre: Reese Witherspoon, melhor atriz (estreia em janeiro)

O Grande Hotel Budapeste: melhor elenco (já em home video)

Whiplash – Em Busca da Perfeição: J.K. Simmons, melhor ator coadjuvante (estreia 08/01/15)

SONHO DE WADJDA REPRESENTARÁ ARÁBIA SAUDITA NO OSCAR

Publicado em

Já recomendei aqui no blog este filme e agora aproveito o gancho para reforçar. O Sonho de Wadjda será o representante da Arábia Saudita no Oscar de melhor filme estrangeiro em 2014, concorrente, portanto, do brasileiro O Som Ao Redor. Vira notícia porque é o primeiro filme feito por uma cineasta no país em que mulheres são tratadas, descaradamente, como inferiores. E mais, foi rodado inteiramente no país – coisa rara, já que as autoridades muçulmanas costumam vetar produções que, de alguma forma, possam transmitir valores e conceitos contrários ao regime.

Assistam! Além de tratar da questão religiosa, cultural e feminina da sociedade saudita, faz isso através do olhar da menina Wadjda, que sonha em ter uma bicicleta. O que parece trivial na nossa sociedade, é algo complexo na sociedade ultraconservadora, já que meninas não podem pedalar! A cineasta Haiffa Al-Mansour consegue dar leveza ao tema, sem que para isso tenha que disfarçar a dureza da realidade. Mas tem o olhar infantil ainda ingênuo, o que faz o filme entrar na lista daqueles que trazem a visão do mundo pelo prisma da infância. Inclusive, o Cine Garimpo tem uma lista de filmes em que o olhar infantil é o protagonista. Vale a pena, cada um deles!

 

QUE FILME BRASILEIRO VAI LUTAR PELA INDICAÇÃO AO OSCAR 2104?

Publicado em

O Som Ao Redor, de Kléber Mendonça Filho, disputará com outros 70 filmes de todo mundo uma indicação para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2014. Assisti ao filme no Festival de Gramado do ano passado, mas infelizmente não é o tipo de filme que faz grandes bilheterias. Digo infelizmente porque é realmente muito bom. Tem uma sutileza cruel para falar do espaço urbano, da relação distorcida e frágil entre as pessoas, da descaracterização das cidades e do cotidiano que é beira a banalidade e o suspense ao mesmo tempo.

Não dá para sair de um filme como esse ileso. O som que Mendonça quer ecoar é o de uma sociedade hipócrita, com desigualdades históricas e perpétuas. Quem sabe agora, com essa escolha, as pessoas se interessem por algo que não é de forma alguma previsível, tem originalidade e um desfecho que realmente compensam. 

Leia mais sobre o filme nos links:

comentário escrito no Festival de Gramado

comentário escrito quando o filme entrou em cartaz no circuito comercial 

Com O SOM AO REDOR, outros filmes também estavam na disputa para representar o Brasil na premiação. Vários têm comentário aqui no Cine Garimpo. Assim você fica atualizado com o cinema nacional.

1) Cine Holliúdy
2) Colegas
3) Cores
4) Elena
5) Faroeste Caboclo
6) Gonzaga- De Pai pra Filho
7) Meu Pé de Laranja Lima
8) O dia que durou 21 anos
9) O Que Se Move
10) O Som Ao Redor
11) O Tempo e o Vento
12) Porto dos Mortos
13) Uma História de Amor e Fúria
14) Xico Stokinger

JACK NICHOLSON FORA DA TELONA?

Publicado em

Há rumores no ar dizendo que Jack Nicholson se aposentaria, aos 76 anos, por problemas de memória. Fica difícil atuar desta maneira e o cinema pode perder um grande ator. Será? Particularmente adoro Nicholson e ainda faltam alguns bons filmes para inserir aqui no blog, como Hoffa – Um Homem, Uma Lenda e Ironweed, que precisam ser revistos.

Mas há filmes memoráveis já publicados no Cine Garimpo, que valem ser revisitados, em grande parte pelo talento coringa (e isso não é um trocadilho com seu papel em Batman): consegue ser aterrorizante em O Iluminado, engraçado em Melhor é Impossível e romântico-atrapalhado em Alguém tem que Ceder e Laços de Ternura. Antes de Partir também rende boas gargalhadas e aqui a amizade é que é prestigiada. E não poderia faltar Um Estranho no Ninho, em que Nicholson tem uma atuação espetacular. Filmes que valem ser revistos.